Acusado de homicídio no Conjunto Rosane Collor é condenado a 18 anos de prisão

O Conselho de Sentença do 3º Tribunal do Júri de Maceió condenou Jadson Jackson Pereira a 18 anos e nove meses de reclusão pela morte de Edmilson Santos da Silva, ocorrida em 2013, no Conjunto Rosane Collor, na Capital. O julgamento do réu foi realizado nessa quarta-feira (21), no Fórum do Barro Duro.

Os jurados acataram a tese do Ministério Público e condenaram Jadson Pereira por homicídio qualificado. O réu deverá cumprir a pena em regime inicialmente fechado e não poderá apelar da sentença em liberdade. O júri popular foi conduzido pelo juiz John Silas da Silva, substituto da 9ª Vara Criminal de Maceió.

O caso

O crime ocorreu no dia 22 de março de 2013, por volta das 18h, na rua Valdemar Pedro da Silva, no Conjunto Rosane Collor, parte alta da Capital. De acordo com a denúncia do Ministério Público, Edmilson da Silva voltava do trabalho quando, já próximo de sua residência, foi surpreendido por Jadson Pereira, que efetuou disparos de arma de fogo contra ele.

A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu. Em interrogatório, o réu negou envolvimento no crime. Uma testemunha, no entanto, o teria visto sair do local do assassinato correndo e segurando uma arma.

Ascom – 22/02/2018