Delação encaminhada ao STF pela PGR atinge Renan Calheiros

Ontem, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, encaminhou, pela primeira vez, duas delações ao STF.

Os documentos assinados pela PGR atingem diretamente Renan Calheiros e Jader Barbalho.

Diz o Valor, que os delatores Jorge Luz e Bruno Luz “revelaram fatos envolvendo senadores do MDB. Em depoimentos à Justiça, Jorge Luz citou os nomes dos senadores Renan Calheiros e Jader Barbalho, além do deputado federal Aníbal Gomes, todos do MDB, como beneficiários de repasses de vantagens indevidas”.